Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Projetos de Extensão
Início do conteúdo da página

Projetos de Extensão

Escrito por Campus Camaqua | Publicado: Domingo, 29 de Novembro de -0001, 21h00 | Última atualização em Segunda, 15 de Julho de 2019, 14h58 | Acessos: 282

PROJETO: Inclusão - Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade.

Coordenadora:Marta Tessmann

Voluntário: Adalberto Alves da Silva

O projeto consta em oficinas, as quais já foram oferecidas ao curso Normal do Instituto Estadual de Educação  Cônego Luiz Walter Hanquet, na cidade de Camaquã , com o tema " Inclusão (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade)" ministrado pelo aluno do Programa de Pós-Graduação em ensino Educar pela Pesquisa, Adalberto Alves da Silva sob a orientação da professora Marta Tessmann. O referido curso atendeu alunos dos 2ºs e 3ºs anos do Ensino Médio Integrado, nos meses de maio e junho, em um curso de 20 horas, proporcionando apresentação e discussões sobre TDAH e inclusão.

PROJETO: Astromúsica - socialização, ciência e cultura, mente adentro, vida a fora.

Coordenador: Patrick Kovalscki

PROJETO: Lógica de programação, desenvolvendo games.

Coordenadora:Vitória Silva

PROJETO: TchêLinux Camaquã.

Coordenador: Marcelo Kwecko
Voluntários: Márcio Machado,Marlon Venske,Carlos H. de Freitas,Gabriela Lacerda, João P. Sabbado


PROJETO: Volta PC: uma estratégia para a sustentabilidade e integração de estudantes do IFSUL com a comunidade do Bairro Getúlio Vargas.

Coordenadora:Cátia Barcellos

Voluntários: Nansi Fernandez, Mayra Duarte e Rafael Ferrão

Este projeto propõe uma ação de extensão que visa promover a destinação adequada ao lixo eletrônico e ainda a integração entre estudantes da rede pública municipal de Camaquã e o IFSul. São propostas duas ações para destinação do lixo eletrônico: reuso na montagem de novas máquinas ou encaminhamento para reciclagem. Os estudantes arredam lixo eletrônico no campus, realizam a triagem de peças para a montagem de novas máquinas que serão doadas à uma instituição pública municipal com objetivo de facilitar o acesso de jovens à Tecnologia da Informação. Está previsto também o suporte para manutenção dos laboratórios de informática das instituições. Após a entrega das máquinas, os estudantes de Informática ministram um minicurso com as principais informações sobre a utilização dos recursos disponíveis.Com isso, integram conhecimentos do curso, promovem ações sustentabilidade, além de contribuir para um espaço de integração e aproximação do IFSul com a comunidade externa do Bairro vizinho.


PROJETO: Oficinas de Cubo Mágico.

Cordenadora: Diana Bartz 

Voluntário: Murillo Nunes

Criada em 2014, com iniciativa do estudante Marques de Campos Sperb e colaboração de professores das disciplinas de matemática e educação física, a oficina sempre teve como objetivo ensinar, incentivar a prática e avançar no conhecimento do jogo para os estudantes.

Marques relata que a ideia da oficina surgiu através de uma aula de educação física, onde descobriu que havia oficina de xadrez, então pensou porque não ter também de cubo mágico, na qual ele pratica e tem conhecimento sobre este jogo. Ressalta ainda que os materiais que precisavam para oficina, na época foram todos adquiridos por doação de empresas do município. Hoje a instituição fornece o material profissional para os estudantes utilizarem na oficina.

Ainda em 2014, estudantes do Câmpus participaram do primeiro Campeonato de Cubo Mágico em Porto Alegre. Gostando da experiência e contando com o apoio da escola, participaram em mais de 6 campeonatos, sendo que o último ocorreu na cidade de Gravataí, onde o estudante Luís Miguel Ávila Mattos , ganhou 2 medalhas de Ouro, 2x2 e 1 medalha de Prata, com os pés, totalizando 3 medalhas.

Em 2015 foi criado um projeto de extensão, na qual os estudantes que participam da oficina levam o jogo para escolas do município, permitindo que outros jovens descubram o encantamento do Cubo Mágico. De acordo com estudantes envolvidos com o projeto, o jogo constitui uma importante ferramenta para desenvolver a capacidade lógica.

PROJETO: Ifgurantes.

Coordenadora: Elisângela Pires 

Bolsistas: Lavínia Leal e Rafaella Gonzales

Voluntária: Brenda Fonseca

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Iniciado em 2015, o grupo IFgurantes, realiza oficinas desde o começo de suas atividades. Embora tenham sido ela que motivaram a criação do projeto, muitas outras atividades passaram a fazer parte do leque de ações do grupo. Entre suas atividades estão os estudos teóricos realizados pelos participantes sobre a própria prática teatral, as montagens e apresentações de espetáculos e a realização de parcerias com outras instituições para levar o fazer artístico á comunidade externa.

PROJETO: Traçando o perfil do leitor.

Coordenadora:Sandra Salenave